Pesquisar

Autenticação






Esqueceu a senha?
Sem conta? Criar Conta!
Mensagem da Presidente PDF Imprimir e-mail

 

Maria do Céu Quintas

 

Desde Freixo de Espada à Cinta vos saúdo.

Esta terra que ajudou Portugal a dar novos mundos ao mundo, que participou como nenhuma na missão de dilatar a fé e o império e cuja origem se perde na bruma do tempo, situa-se no extremo sudeste do distrito de Bragança.
A curiosidade do seu nome é única no país e nunca ninguém a conseguiu explicar ou atribuir. Seria o D. Dinis da lenda? Seria o capitão godo Espadacinta?
É este Freixo singular que vos queremos dar a conhecer.
Começo por vos recomendar uma visita ao nosso património arquitectónico. A nossa Igreja Matriz, cuja beleza interior lembra os Jerónimos, é digna de ser visitada. Também recomendo um roteiro pelas várias igrejas e capelas do nosso concelho. Em todas elas o amigo visitante poderá encontrar pormenores únicos de arte religiosa como por exemplo o altar em talha da igreja de Fornos e pinturas de grande valor na de Mazouco.
Visite a nossa torre heptagonal, de refinada construção a que o povo chama de “Torre do Galo”, sendo a única que resta do antigo castelo.
Ao percorrer as ruas da Vila de Freixo, ficará caro visitante com a impressão de estar a visitar um verdadeiro museu, tal é a quantidade de portas e janelas de estilo manuelino.
Para apreciar a nossa paisagem que é única, está ao dispor do visitante uma rede de miradouros onde poderá ver as águias pelas costas e os abutres do Egipto.
Atracções como o belo horrível do Candedo, a Calçada de Alpajares, a célebre lontra, e o cavalo de Mazouco, não são de perder.
Que dizer dum passeio Douro acima em barco panorâmico, espectáculo único entre penedos a pique onde vivem aves de rapina e a cegonha preta. Aí se vê o trabalho ciclópico de homens que transformaram as arribas em socalcos cultivados de laranjais e olivais.
É Freixo um concelho rural e essencialmente agrícola. Aqui se produzem dos melhores vinhos do Douro (generoso e de consumo), as melhores azeitonas de conserva (negrinha de Freixo que é certificada), laranjas e amêndoa.
É assim Freixo, terra onde há sempre lugar para uma nova descoberta, para um novo desafio.
Aqui lhe deixo um convite: venha a Freixo, temos uma casa para si.

Com um abraço de boas vindas,

Maria do Céu Quintas